ketelynemdubai

Amigos, esse blog é para contar um pouquinho da minha (nossa, na verdade, Re e minha) nova experiencia para vcs !

Religiões para todos os gostos 18/06/2012

Hoje eu venho aqui comentar um assunto polêmico e curioso … religião … sei que já escrevi vários posts sobre a religião muçulmana, que é a religião determinante em Dubai, mas eu tenho aprendido muito sobre outras religiões aqui tbem, afinal, tirando NY, Dubai é a cidade com mais tipos de religiões que se pode imaginar. Claro que não tem como entrar em detalhes, mas como a maioria das pessoas que eu conheço são católicas ou judias, eu quero comentar um pouquinho mais sobre as outras religiões que são encontradas por aqui.

Primeiro, os muçulmanos aqui, além dos locais, claro, vêem de diversos países como Egito, Libia, Siria, Arabia Saudi, Paquistão, etc … porém, apesar de todos seguirem a mesma religião e os mesmos princípios, há variações entre algumas crenças e até na intensidade que a religião é praticada … No conceito geral, é uma uma religião monoteísta (acredita em um único Deus) centrada na vida e nos ensinamentos do profeta Mohamed, que estão escritos no Alcorão/Corão. Apenas a versão original em árabe é considerada como o Alcorão, as traduções são vistas como mal feitas e não são aceitas na religião. Logo, se você quer se transformar em muçulmano, aprender árabe é sua primeira missão … e lá vai a minha contribuição para a sua primeira palavra:

Alá, Deus Islamico

Alá, Deus Islamico

Antes de rezar os muçulmanos normalmente fazer o Abdesto/ ablução que é um ritual de purificação. As ações do Abdesto para homens são, entre outras:
Lavar a mão direita até ao pulso três vezes, depois a mão esquerda.
Levar água à boca e cuspi-la três vezes.
Gentilmente colocar água nas narinas com a mão direita e espremer o nariz com a mão esquerda para exalar a água.
Lavar a face (desde a linha do cabelo na testa até à barba e de orelha a orelha.
Lavar o braço direito inteiro, incluindo a mão, três vezes, e depois a mão esquerda, três vezes. O muçulmano deverá lavar-se até um ponto acima do cotovelo.
Com mãos molhadas começando as mãos abertas sob a cabeça junto à linha do cabelo, limpar até ao fim da cabeça, onde o cabelo acaba e regressar. Isto só é feito uma vez.
Com dedos molhados, colocar polegares nas costas das orelhas, usar o indicador nas curvas da orelha e o dedo médio para lavar as orelhas. Isto é feito apenas uma vez.
Começando com o pé direito, lavar ambos os pés, incluindo os tornozelos.

Vocês lembram uma vez, nesse post aqui ( Mais 3 bizarrices das arábias – https://ketelynemdubai.wordpress.com/2011/08/17/mais-3-bizarrices-das-arabias/ ), que eu contei que me olham torto porque eu escovo os dentes na pia mas elas lavam o pé, a cara e tudo mais molhando o banheiro inteiro? Pois é …
A maioria dos muçulmanos pertencem a uma das duas principais denominações; com 80% a 90% sendo sunitas e 10% a 20% sendo xiitas (eles acreditam em diferentes sucessores para o profeta Mohamed) e com cerca de 1,5 bilhão de muçulmanos, mais de 20% da população mundial, o islã é a segunda maior religião e uma das que mais crescem no mundo. Eu visitei a mesquita em Abu Dhabi e na minha opinião, independente de religião, é uma das mesquitas mais lindas que eu já vi … parada obrigatória pra quem vem pros Emirados árabes

Mesquita Sheik Zayed - Abu Dhabi

Mesquita Sheik Zayed – Abu Dhabi

Dentro da mesquita

Dentro da mesquita

As primeiras religiões são as derivadas do Cristianismo, com em torno de 2 bilhões de pessoas e em terceiro lugar vem mais de 1B de pessoas sem religião. A quarta é o hinduísmo, religião predominantemente encontrada na Índia e a quinta o Budismo.

Porém, também vinda da Índia, aqui eu me deparei com uma religião relativamente forte, o Sik (comparando com o Brasil, que eu não conhecia ninguém praticante, rs, foi um aumento de pelo menos mil %, rs) … se você não conhece essa religião por nome, você já deve ter visto em algum lugar (pelo menos na tv), homens com turbantes e barbas, como a foto abaixo

Praticante do SIKH

Praticante do SIKH

O sikhismo ou siquismo é uma religião monoteísta e habitualmente é retratado como o resultado de uma mistura entre elementos do hinduísmo e do islã (muçulmana). Tem várias pessoas na IBM que praticam essa religião.
Porém o que me chamou atenção nessa religião foi uma crença o tanto quanto inusitada, que é a crença dos cinco K. Eles são cinco símbolos religiosos usados pelos sikhs que foram iniciados na Khalsa, instituição criada pelo décimo guru sikh, o Guru Gobind Singh, no ano de 1699. Em certas situações, os sikhs podem remover estes símbolos, mas é necessário que estes sejam rapidamente recolocados após a conclusão da atividade.
Kesh – Cabelos sem cortar (*Kesh significa cabelo). Os sikhs não podem cortar o cabelo ou os pêlos do seu corpo. Manter o cabelo comprido é entendido pelo sikhs como uma submissão à vontade de Deus. No caso dos homens isto também implica não fazer a barba e para as mulheres não arranjar as sobrancelhas. Os homens sikhs seguram o cabelo com um turbante branco ou de cor, enquanto que as mulheres usam um lenço comprido.
Kanga – Pequeno pente de madeira (*Kanga ou kangha) guardado pelos sikhs dentro do turbante. Este pequeno pente é utilizado duas vezes por dia pelos sikhs para pentearem o seu cabelo, como sinal de limpeza, ordem e disciplina nas suas vidas.
Kara – Pulseira de aço (*Kara é uma pulseira de aço não ornamentada), dado que não tem funções de decoração pessoal, que se usa geralmente no pulso direito. Simbolicamente representa a união ao guru e à comunidade sikh.
Kaccha – Calção (*Kaccha trata-se de um par de calções curtos, cujo comprimento não pode passar os joelhos). Podem ser usados como peça de vestuário exterior ou como peça de vestuário interior, numa maneira mais de acordo com a cultura ocidental. Os guerreiros sikhs do século XVIII e XIX (a comunidade sikh sofreu historicamente perseguições por parte dos imperadores mogóis) lutavam usando estes calções, que também estão associados à castidade.
Kirpan – O punhal (*Kirpan é um punhal ou uma pequena espada que pode ser usada sobre a roupa ou guardada nesta). O uso do kirpan está autorizado pela Constituição da Índia, país cujo estado do Punjab é o centro e local de nascimento do sikhismo (embora a região histórica do Punjab esteja hoje dividida entre a Índia e o Paquistão).Os sikhs não devem utilizar o kirpan para praticarem o mal. Ele apenas pode ser utilizado para a autodefesa ou para proteger alguém que está a ser atacado.

Pois é pessoal, o que parece maluco pra uns, é crença pra outros, mas o mais legal é que aqui cada um pode ser o que quiser, desde que respeite o outro ! Claro que no islamismo (como é bem conhecido e divulgado) como nas outras religiões tem os extremistas … mas esse tópico vai ficar pra um próximo post, que eu vou contar pra vocês como algumas pessoas, mesmo com MBA internacional e trabalhando numa multinacional, podem se tornar malucos por conta da religião !

Silence, I kill you ;)

Silence, I kill you 😉

* Esse post não visa criticar, fazer apologia ou ofender de qq maneira nenhuma religião. São apenas comentários do que eu tenho tido como experiência. Se de alguma maneira você acredita que tem alguma informação incorreta, favor entrar em contato por e-mail ketelyn21@hotmail.com. Obrigada !

 

Você conhece o Ramadan? 05/09/2011

Filed under: Ketelyn em Dubai — Ketelyn em Dubai @ 11:15
Tags: , , , , ,

Você conhece o Ramadan? Ah, pois é, nem eu conhecia, mas agora me considero quase um expert, rs.

Ramadan é uma celebração islamica, que acontece no nono mês do calendário islâmico. Uma vez que o calendário islâmico é lunar, ele não é celebrado todos os anos na mesma data, podendo passar por todas os meses e estações do ano, conforme a progressão dos anos, porém sua duração é entre 29 e 30 dias. É super especial pra eles … é como se fosse um mês de celebração do Natal. Até ai, lindo, tudo decorado, todos felizes.

Porém, o ponto é que durante esse mes os muçulmanos são obrigados a jejuar. Eles não podem comer, beber agua ou qualquer liquido durante o dia inteiro, do nascer do sol até o por do sol (por volta das 7 horas da noite). De acordo com a religião dele, se o jejuante comer, beber ou tiver relação sexual durante o período do jejum, este será anulado. Caso este venha a quebrar inadequadamente seu jejum é obrigatório ao crente jejuar durante mais 60 dias seguidos. Além das cinco orações diárias (que eles fazem sempre), durante esse mês sagrado recita-se uma oração especial chamada Taraweeh (oração noturna), que dura 1 hora, toda santa noite.

Até ai ok, pensei eu … eles não comem, não bebem, não nada (rs, you know what I mean) e cada um com seus problemas. ENGANO MEU ! Durante o periodo que eles estão em jejum nada abre, nem restaurantes, nem cafeterias, NADA. E vc é PROIBIDO de comer em público. Se vc for pego mascando chiclete a pena são 30 dias de cadeia. E acreditem, as pessoas são presas mesmo. Além disso é proibido ter música ou barulho, então todos os bares e baladas fecham. Dubai, que é o lugar das baladas, fica até estranho, rs. Vc pode fazer festas e baladinhas na sua casa (e foi o que fizemos), mas sem música mto alta. Os restaurantes só reabrem depois do por do sol, e ai todo mundo come desesperadamente, rs.

No começo eu até achei interessante, apesar de ficar irritada de não poder tomar água na minha mesa da IBM (tinhamos que sair e ir na cozinha só pra beber um copo de água – ah, a cozinha é fechada com cortinas escuras, e temos que comer/beber lá dentro), até o dia que após uma manhã toda no sol, Renato e eu resolvemos ir no shopping, rs.

Aqui na IBM o restaurante fica fechado com essas cortinas … não é legal, mas ok, dá pra comer numa boa … o que imaginamos? Que no shopping tbem teriam cortinas… engano nosso meus caros, nada, absolutamente nada pra comer no shopping (e nós, com uma fome que parecia que estavamos voltando da Somalia, não podiamos acreditar). Eu fiquei zonza, mas aguentei firme. O Re tava com mta, mta fome … então ele fez uma coisa que não se pode fazer, rs … O MC Donalds estava aberto para comprar e levar pra casa … Pois bem, ele comprou, fugiu pro banheiro e comeu dentro da cabine, hehehhe. No primeiro banheiro que ele entrou, um policial seguiu ele e ele teve que sair sem comer (é sério mesmo, rs) mas ele achou outro banheiro e comeu por lá, rs. Se ele é pego ia passar uns bons dias vendo o sol nascer quadrado.

Claro que tem coisas boas (bem poucas, mas tem, rs) durante esse período. Como eles passam o dia todo sem comer, a noite todos os restaurantes fazem mega banquetes chamados Iftar. Geralmente são buffets, com muitos tipos de comidas, sobremesa, como se fossem jantares de Natal (com aquelas comidas especiais que só se faz no Natal, sabe? rs). Eu fui em vários, com comidas deliciosas e tudo super decorado, bem legal.

Outra coisa boa, a cidade fica super hiper vazia. Porque acaba que normalmente o Ramadan é no mês mais quente do verão (com dias entre 47 e 50 graus de temperatura), então a grande maioria das pessoas tiram férias (pra fugir do calor e da falta de diversão na cidade). Nós fomos no parque aquático do Atlantis por exemplo, e tudo estava sem filas, uma beleza !

No final do Ramadan (sim, graças a Deus uma hora acaba, rs), chamado Eid al Fitr ( que quer dizer “o banquete do término do jejum”), ocorre quando a lua nova é avistada no céu, isto quer dizer que o mês de Shawwal inicia-se, dando fim ao mês de Ramadan. No primeiro dia do mês deste novo mês, ocorrem feriados de 3 dias consecutivos. Essa parte é ótima !!!! Foi terça, quarta e quinta passada (então junto com o final de semana são 5 dias sem trabalhar, quase um carnaval),rs. Ai tudo abre de novo, restaurantes, bares, e a vida volta ao normal. Em novembro tem mais uma celebração, com 4 dias de feriado (ai sim hein pessoal), só que nesse não tem nada de jejum, então é só a parte boa, hehehhe. Falta mto pra novembro?

Decoração do Iftar

Galera no Iftar do hotel Intercontinental ... As sobremesas estavam divinas !

Ramadan Karim = Feliz Ramadan 🙂

PS: Infelizmente eu não tenho uma foto do Re comendo sentado no vaso sanitário, rs, mas eu sei que a sua imaginação é bastante fertil, hehehe 😉